Telefone Rua Rio Grande do Norte, n 57, sala 602
Horário de funcionamento: Seg - Sex: 08:00 - 18:00

Metástase na coluna e compressão medular

Metástase na coluna e compressão medular

Informações gerais sobre metástase na coluna, seu tratamento e o papel do Neurocirurgião

Por Antônio Prates, Neurocirurgião em Belo Horizonte e região metropolitana de BH

A coluna vertebral é um dos principais destinos de metástases (lesão tumoral que se originou de um tumor inicial – chamado primário – e que não tem continuidade direta com esse). Pelo menos 30% dos pacientes com câncer em estágio terminal terão metástase na coluna. Com o avanço dos tratamentos oncológicos, aumenta a expectativa de vida dos pacientes e consequentemente o risco de desenvolver metástases para vários órgãos, incluindo a coluna.

As principais origens de metástase na coluna são o câncer de mama, pulmão e próstata. O sexo masculino é mais acometido por essa doença. O principal sintoma é dor na coluna no segmento afetado, seja ele cervical, torácico ou lombar. A metástase espinhal pode causar tanto um fratura com colapso do corpo vertebral quanto disseminação no espaço peridural, causando compressão medular. A compressão medular se manifesta por perda da força, sensibilidade e controle dos esfíncteres nos níveis abaixo do local da lesão. É um quadro grave, com grande risco de paraparesia ou paraplegia irreversível.

Pacientes oncológicos que apresentam dor na coluna devem ser submetidos a exames de imagem para investigação da possibilidade de metástase. De forma geral, quando o paciente que apresenta metástase na coluna a doença é considerada incurável. Os objetivos do tratamento nesse caso são aumentar o tempo e qualidade de vida do doente.

A escolha do tratamento vai depender de vários fatores como o tipo do tumor primário, gravidade da doença, condição clínica do paciente e estabilidade mecânica da coluna. A maioria dos pacientes vai se beneficiar da realização da radioterapia. Em caso de compressão medular, está indicada e descompressão cirúrgica (laminectomia) e, muitas vezes, a fixação através da artrodese de coluna.

Em caso de dúvidas sobre o assunto, procure um Neurocirurgião. Para mais informações, veja.

______________________________________________________________________________
Dr Antônio Prates Jr, Neurocirurgião em Belo Horizonte e região metropolitana de BH